terça-feira, 29 de setembro de 2009

Rio do Sul - Barragens por Clóvis Eduardo Cuco - Departamento de Comunicação

Apesar de estarem com 75% da capacidade de contenção na barragem de Ituporanga, as cinco comportas da estrutura não devem ser reabertas pelo menos até quarta-feira (30).

Com cerca de 66,5 milhões de metros cúbicos de água na montante, o gerente de obras hidráulicas do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), Guilherme Bressiani afirmou que ainda é cedo para adiantar quais providências devem ser tomadas com relação ao comportamento do nível do rio Itajaí-açu e quais os procedimentos nas barragens.

Em visita ao Alto Vale desde ontem, o engenheiro vistoriou as barragens de Ituporanga, Taió e José Boiteux e constatou que, apesar do excesso de chuva nos últimos dias, é pouco provável que as estruturas tenham dificuldade em conter a água nas montantes.

“Em Ituporanga, por exemplo, faltam cerca de três metros para a água passar sob a ponte, mas isso representa um acréscimo de pelo menos mais 30 milhões de metros cúbicos de água, o que é muito difícil de acontecer nas próximas semanas”, declarou. Ele confirmou ainda que na barragem de Taió, a capacidade da montante está em 49,5%, ou aproximadamente 41 milhões de metros cúbicos de água. “Provavelmente, nem vamos abrir as comportas desta barragem nesta semana”, garantiu.
       
Em virtude desta situação, o Deinfra deve manter as comportas fechadas das duas barragens pelo menos até amanhã, após novas vistorias no nível do rio Itajaí-Açu. “O nível do rio tem baixado em torno de cinco a sete centímetros por hora, o que é uma boa situação, mas a região de Rio do Oeste foi muito afetada pela chuva ontem e o volume de água naquela área pode influenciar em novos casos aqui em Rio do Sul”, anunciou o diretor da Defesa Civil, Alécio Leontino Pereira. Na última medição registrada às 13h, o rio estava com 7,80 metros, seis centímetros a menos do que uma hora antes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget